janeiro 30, 2011

video

Gostava de poder deixar em palavras aquilo que esta música me deixa a sentir. Não me lembrava dela até ter ouvido em Vampire Diaries há cerca de 10 minutos, enquadra tão bem na série, naquela parte dela. É um bocado isso que sinto, como se estivesse preso e precisasse simplesmente de deixar sair, vaguear metaforicamente pela atmosfera. Preciso disto! Muito. Sinto o tempo a encarar-me. E nisto, os meus 18 anos vão acabar por ir embora, tão cedo.

Tudo se trata disso, desta habilidade habilmente regressiva e invasiva.

3 comentários: