março 21, 2011


Voltamos sempre ao sítio de onde partimos; feitas as contas estamos presos num ciclo. Não vale o esforço de querer fugir, somos sempre encontrados antes de ter o querer. Não vale o esforço de escrever, sequer o esforço de pensar.

2 comentários:

© color dream , disse...

adorei :)*

Rafael disse...

Discordo um pouco, quando penso e escrevo fujo, fujo para tão longe que o tempo passa e passa, acabo por me sentir noutro mundo. Um mundo melhor, repleto de pensamentos, uma utopia extravagante e incessante. Quando volto ao normal, sinto melhor, mais forte e resistente ao mundo normal. =)